Pele Saúde

O ABC das Peles Atópicas

As Peles Atópicas têm uma tendência maior para a secura, que por si só dá origem a prurido e inflamação. Nestas pessoas, o sistema imunitário é muito reactivo. Muitas vezes está associada a doenças respiratórias como a asma ou a rinite alérgica. O stress emocional pode levar a crises e não deve ser menosprezado.

São peles em que a estrutura da barreira cutânea está alterada, logo, os alergenos presentes no ambiente penetram mais profundamente, levando a uma resposta excessiva do sistema imunitário. Cada vez mais existem pessoas com pele atópica, o que pode ser associado à poluição, tabagismo, etc.

A pele atópica tem períodos em que é apenas uma pele seca e sensível  mas em outras alturas está inflamada, e manifesta-se em lesões como o eczema ou a dermatite atópica.

Normalmente, surge por volta dos três meses de idade, apesar de poder surgir na vida adulta. Normalmente, melhora com a idade e muitas vezes, felizmente, as crises desaparecem na adolescência. Nos lactentes, as lesões surgem nas maçãs do rosto e no queixo. Quando crescem, as lesões situam-se maioritariamente nas dobras dos pulsos, cotovelos e dos joelhos.

A pele fica vermelha, rugosa e, por vezes, humedecida em zonas localizadas e formam crostas. As crianças não conseguem controlar-se e coçam-se muito, o que perturba o sono.

Tratamento:

  • Usar um produto de banho sem sabão e sem perfume, de preferência em creme ou em syndet [não tem sabão, tem tensioactivos sintéticos e tem agentes engordurantes].
  • Usar um creme de corpo emoliente e hidratante sem perfume. Alguns contêm anti-inflamatórios, de modo a evitar crises.
  • Nas crises, para reduzir a inflamação e o prurido, é necessário usar corticóides tópicos, que têm de ser prescritos pelo médico. Como tratamento de segunda linha, em casos de eczema mais severo e resistente poderão ser prescritos pelos pediatras ou dermatologistas, imunosupressores tópicos.

Dicas!

  • Usar roupas de algodão. As peles atópicas toleram mal fibras e lãs.
  • Preferir os duches ao banho e usar água tépida.
  • Usar um produto de banho sem perfume nem sabão.
  • Manter uma temperatura fresca no quarto e arejá-lo bem tanto de Verão como Inverno.
  • Cortar as unhas bem rentes as crianças para evitar fazerem ferida quando coçam.
  • Evitar ares condicionados e alcatifas, peluches, pois acumulam muito pó.
  • Aplicar creme emoliente e hidratante sem perfume sempre depois do banho todos os dias.
  • Usar toalhas de algodão e limpar delicadamente a pele sem friccionar.

Tenho bastantes utentes que são pais de miúdos com pele atópica, muitas vezes associada a asma. Percebo o desespero de fazer tudinho certo, cumprir todas as regras religiosamente e mesmo assim terem bastantes crises. Tentar não desesperar é fundamental! Com a idade melhora, mesmo! Hoje não vou falar de produtos de higiene nem hidratantes para a pele atópica. Se têm uma rotina que funciona, mantenham-na. Quem quiser ou precisar de conselho sobre peles atópicas ou tiver dúvidas sobre produtos ou algum produto em especial para a pele atópica envie-me um email para [email protected], que terei todo o gosto em ajudar. 

Artigo Anterior Próximo Artigo

Também Poderá Gostar

1 Comentário

  • Responder Projeto Lipikar Famílias, La Roche-Posay. | Projeto Pele de Princesa Abril 19, 2015 at 2:26 pm

    […] O Projeto Famílias Lipikar é um projeto da La Roche-Posay que pretende ajudar as famílias portuguesas que têm no seu agregado pelo menos uma criança com Pele Atópica. […]

  • Deixar uma resposta

    Gostou do artigo?

    Subscreva a newsletter para estar a par das novidades!

    Obrigada e até breve!