My Beauty

Isotretinoína oral. Cuidados a ter!

A isotretinoína oral é um medicamento prescrito para o tratamento do acne severo que muitos conhecem pelo nome comercial de Roacutan. 

A isotretinoína é indicada para o tratamento de formas graves de acne, tais como acne nódulo-quística ou acne em risco de originar cicatrizes definitivas. Usualmente é o tratamento de acne que se faz quando todos os outros falham. Funciona muito bem para reduzir a oleosidade da pele, com resultados na ordem dos 90%, pois diminui o tamanho e a secreção das glândulas sebáceas.

Um ciclo de tratamento de 16 a 24 semanas é normalmente suficiente para conseguir a remissão.

Na maioria dos casos, consegue-se uma eliminação completa da acne num único ciclo de tratamento. Em caso de recidiva, poderá ser efectuado um novo ciclo de tratamento com isotretinoína utilizando a mesma dose diária do tratamento anterior. A melhoria adicional da acne pode ser observada até 8 semanas após descontinuação do tratamento, por isso, deve sempre fazer-se um intervalo de pelo menos oito semanas antes de se reiniciar o tratamento.

Efeitos da Isotretinoína:

A maioria das pessoas com o uso da isotretinoína fica com a pele muito seca, lábios gretados, secura ocular. Para isso, é necessário desde o início do tratamento usar batom labial muito hidratante e emoliente e um creme de rosto hidratante e reparador. O uso de lágrimas artificiais também é indicado para minimizar a secura ocular.

Ocasionalmente, observa-se exacerbação aguda da acne no período inicial de tratamento que desaparece com a continuação do tratamento, habitualmente em 7-10 dias, e que geralmente não exige o ajuste da dose.

Deve evitar-se a exposição prolongada ao sol ou a radiação UV devido a poder sensibilizar ainda mais a pele e poder ficar-se com manchas. Por isso, um protector solar com SFP50+ é fundamental e suspender o tratamento no Verão também.

Deve evitar-se a dermoabrasão agressiva ou o tratamento com laser durante um período de 5 a 6 meses após a conclusão do tratamento, devido ao risco de ocorrência de cicatrizes e manchas nas zonas tratadas. Deve evitar-se a depilação com cera durante o tratamento com isotretinoína, bem como durante um período de pelo menos 6 meses após o tratamento, devido ao risco de ocorrência de dermatite.

Cuidados a ter:

  • Deve proceder-se à determinação dos valores lipídicos plasmáticos, antes do início do tratamento, 1 mês após o início do tratamento e posteriormente, de 3 em 3 meses. Habitualmente, os valores plasmáticos elevados dos lípidos [colesterol, triglicéridos] regressam aos valores normais com a redução da dose ou descontinuação do tratamento, podendo também responder a medidas dietéticas.
  • A gravidez constitui uma contra-indicação absoluta para o tratamento com isotretinoína, devido a ser teratogénica, levando a mal-formações muito graves fetais. Mulheres em idade reprodutiva devem usar duas formas complementares de contracepção, incluindo um método de barreira como o preservativo. A contracepção deve ser mantida durante pelo menos 1 mês após a suspensão do tratamento com a isotretinoína. Está contra-indicada a utilização de isotretinoína na lactação.

  •  Os doentes não devem doar sangue durante o tratamento nem no mês seguinte à descontinuação da isotretinoína devido ao risco potencial que tal representaria para o feto de uma mulher grávida que eventualmente recebesse esse sangue.
  • Foram notificados casos de depressão, ansiedade, tendências agressivas e alterações de humor. Quem tem história clínica de depressão deve ser vigiado relativamente ao desenvolvimento de sinais de depressão e, se necessário, aconselhado a efectuar tratamento adequado.

O tratamento com isotretinoína não é fácil. E ler o folheto informativo do medicamento também não. Eu fiz este tratamento há bastantes anos atrás na adolescência e foi o que curou o meu acne, que não respondeu a nenhum dos tratamentos anteriores. Se tive alguns efeitos secundários? Sim, a pele muito seca, a descamar, os olhos demasiado secos que nem toleravam lentes de contacto. Não poder fazer depilação com cera no rosto, porque a pele estava completamente agredida. Não foi fácil, mas tendo tido todos os cuidados, por exemplo, nunca bebi álcool durante o tratamento, fiz as análises ao fígado e à glicémia periodicamente e nunca tomei nenhum medicamento sem indicação médica. Posso dizer que valeu imensamente a pena. Mais experiências por aí de tratamento com isotretinoína?

Artigo Anterior Próximo Artigo

Também Poderá Gostar

4 Comentários

  • Responder Lu Novembro 16, 2017 at 9:59 pm

    Olá.
    A minha experiência não chegou tão longe.
    Comecei com doxiciclina, 6 meses de tratamento com um intervalo. Como voltei a ter lesões ao fim de algum tempo (não consigo precisar quanto), a dermatologista resolveu mudar para espironolactona. Leva mais tempo a fazer efeito e também é menos agressivo que a isotretinoína.
    Bjs

    • Responder Andreia Novembro 19, 2017 at 5:13 am

      É verdade, Lu, mas a espironolactona só funciona para certos tipos de acne, para outros não é uma alternativa! 🙂 Beijinho

  • Responder Maria Rodrigues Novembro 18, 2017 at 4:21 am

    Boa noite
    Aos 26 anos coloquei implanon (primeiro, único e último) e desenvolvi acne severo. Depois de alguns tratamentos, nomeadamente com o differim no Dermatologista, fiz tratamento com roacutan 9 meses, diferentes dosagens, com análises mensais.
    Foi totalmente eficaz mas a pele fica mesmo muito seca (e o cabelo tb, para mim felizmente deixou de estar oleoso) hidratação e protetor solar são os aliados fundamentais.
    Fazia limpeza com Efaclar gel La Roche Posay , hidratante reestruturante da uriage e protetor solar peles acneicas uriage.

    Agora passados 10 anos, e depois de meses de cerazette tenho pele oleosa e acne vou iniciar Acnatac (tretinoina)gel!
    O protetor solar pode ser um não específico para peles acneicas?
    O hidratante reestruturante e gel lavante estava a pensar comprar da bioderma, o que sugere?
    Obrigada desde já, Manuela.

    • Responder Andreia Novembro 19, 2017 at 5:36 am

      Olá Maria,
      pode sim, mas comece o gel de tretinoína em noites alternadas para evitar a descamação da pele. O da Bioderma é interessante e não precisa de usar um protetor específico para peles acneicas, principalmente porque a pele tem tendência a ficar mais seca.

    Deixar uma resposta

    Gostou do artigo?

    Subscreva a newsletter para estar a par das novidades!

    Obrigada e até breve!