Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed

Red Bull e bebidas energéticas no geral: tão más como as pintam?

Todos nós em algum momento da vida recebemos um email alarmante sobre o Red Bull. E sobre os malefícios para a saúde, principalmente quando misturado com álcool que podia mesmo levar à morte. Portanto, hoje vou falar dos estudos científicos que existem sobre o assunto!

Estudos indicam que os jovens no geral misturam bebidas alcoólicas com bebidas energéticas. É uma prática natural para muitos jovens [e noutros não tão jovens, mas é uma tendência que se verifica maioritariamente nos jovens] sempre que saem à noite.

Quais são os efeitos reais de misturar bebidas energéticas com álcool?

As bebidas energéticas são usadas para melhorar a performance, para aumentar o nível de atenção e de energia. Muitas pessoas bebem este tipo de bebidas sempre que necessitam de se manter acordadas por longos períodos de tempo, para maratonas de estudo e como consumo recreativo, misturado com álcool.

As bebidas energéticas aumentam os efeitos estimulantes do álcool. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o álcool é um depressor do sistema nervoso central, apesar de numa fase inicial ou em pequena quantidade poder ter efeitos estimulantes.

Assim, reduz-se a sonolência e anula-se os efeitos depressivos do álcool.
O problema? A pessoa sente-se com mais energia, menos alcoolizada o que pode levar a que consuma maiores quantidades de álcool ou pelo facto de não se sentir alcoolizada e com energia, pode levar a acidentes de viação ou outro tipo de acidentes. E esse é o problema, o mascarar dos sintomas do álcool.
A pessoa vai bebendo, bebendo e não tem a noção da quantidade de álcool que bebeu, devido à anulação dos efeitos depressivos do álcool, o que pode ter consequências graves.

Quem não deve consumir bebidas energéticas?

Quem tem problemas cardíacos, crianças e adolescentes, grávidas e idosos.

E a que conclusões podemos chegar?

Há uma grande diferença entre consumir um Redbull ou dez Red Bull numa noite. Nestas bebidas com elevadas doses de cafeína, moderação é a palavra-chave.
Quando misturado com álcool [o que é totalmente desaconselhado], deve-se ter em conta que os efeitos do álcool são menos visíveis e que conduzir está completamente fora de questão. Ah, e não é por se sentirem alcoolizados, que devem ou podem beber mais. O álcool está no organismo, os seus efeitos mais visíveis é que estão mascarados!

Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed
Mais histórias
Como dizer adeus à Celulite?