Cuidarmos de nós próprios.

Cuidarmos de nós próprios. Nem sempre significa banhos de espuma ou um jantar num restaurante com estrelas Michelin. Muitas vezes é difícil, outras feio e visceral.

Muitas vezes cuidar de nós próprios significa cortar despesas e poupar mais. Ou acordar mais cedo diariamente para fazer exercício físico, porque não estamos contentes com a nossa imagem no espelho.

Cuidarmos de nós próprios é também perceber quando se precisa de ajuda, seja de um amigo ou de terapia. É saber afastarmos-nos de quem nos faz mal. É estudar à noite e nos fins de semana, porque sabemos que queremos mais do que o nosso emprego actual. Significa enfrentar os problemas de frente e não evitá-los.

E muitas vezes fala-se do poder de cuidarmos de nós nas redes sociais. Mas cuidarmos de nós próprios é mais do que velas perfumadas, banhos de imersão e brunchs nos sítios da moda. Sim, cuidarmos de nós é também mimar o nosso corpo e mente, mas é muito mais do que isso.

Cuidarmos de nós próprios é também aceitar que é OK não ser perfeito. E não ter que fazer tudo e ir a todo o lado. E que é OK cancelar planos e dizer que não se está no mood para se socializar. E muitas vezes significa fazer o que menos nos apetece fazer, mas que sabemos que é absolutamente necessário.

Eu digo muitas vezes que cuidarmos da nossa pele é uma forma de cuidarmos de nós próprios. Uma pele bonita faz-nos sentir confiantes e a confiança nota-se na forma como abordamos o mundo e os outros. Mas cuidarmos de nós próprios é mais do que isso.

Significa também olharmos para nós próprios. Perceber o que nos deixa descontentes na vida e perceber como podemos melhorar. Significa não comer para esquecer o mau dia de trabalho, mas perceber o que poderíamos ter feito para que o dia tivesse sido melhor. Significa também deixar de comprar algo porque está fora do orçamento. Significa ser honesto connosco próprios e saber dizer que não, mesmo que isso não agrade a todos. Significa saber o que se quer, mesmo que seja difícil e que demore tempo. Significa depender menos dos outros, e não ter medo de nos colocarmos em primeiro lugar. Significa tornar-nos quem queremos ser e não ter medo de tomar as decisões necessárias para chegar lá. Significa cuidarmos de nós e da nossa vida e não nos escondermos dos problemas nem de nós mesmos.

Mais histórias
Week-end à Paris.
Don`t copy text!