Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed Instagram Feed

Suplementos de crómio: para quem?

O crómio é um mineral essencial no metabolismo lípidico e dos hidratos de carbono, no entanto, o mecanismo pelo qual actua não está bem estabelecido. A deficiência de crómio tem vindo a ser associada à resistência à insulina e à diabetes. Além disso, o crómio actua no processo biológico responsável pela manutenção de níveis normais de glicose (açúcar) no sangue. A reserva de crómio no corpo é cerca de 4 a 6 mg. Com o avançar da idade, a concentração de crómio nos vários tecidos pode reduzir significativamente. Pensa-se que o crómio pode ajudar a melhorar os níveis de massa muscular e ajudar a perder peso, mas mais estudos são necessários.

Alimentos ricos em crómio:

  • Clara de ovo
  • Feijão verde
  • Brócolos
  • Carne
  • Fermento de padeiro
  • Cereais ricos em fibra
  • Nozes

Suplementos de crómio: para quem?

  • Diabetes. O crómio diminui a proteína PTP1B aumentando a sensibilidade à insulina. Devido ao seu mecanismo de ação, o crómio pode ajudar a melhorar os níveis de glicose (açúcar) no sangue. Estudos indicam que a suplementação com crómio melhora os níveis de Hemoglobina Glicada, uma forma de hemoglobina presente naturalmente nos glóbulos vermelhos que é útil na identificação de altos níveis de glicémia durante os últimos 3 meses.  Portanto, o uso de um suplemento de crómio em pessoas com glicémia mais elevados pode ajudar a estabilizar os níveis no sangue.
  • Para quem tem sempre desejos de doces. Comer um doce pode proporcionar um alívio temporário , devido à intervenção do açúcar que dá energia imediata, mas o efeito desaparece logo de seguida. O crómio por estabilizar os níveis de glicémia no sangue ajuda a controlar os desejos de comer doces e pode ser uma ferramenta útil para quem quer perder peso ou simplesmente evitar açúcares e ter uma alimentação mais saudável.
  • Reduzir os níveis de triglicéridos e de colesterol. O crómio por actuar no metabolismo lipídico, pode ajudar a melhorar os níveis de triglicéridos e colesterol no sangue. Mais estudos precisam de ser feitos nesta área, mas os últimos estudos demonstram um benefício interessante.

A EFSA (a Autoridade Europeia para a Segurança Alimentar) recomenda uma dose diária de ingestão de crómio de 40 µg (microgramas), enquanto que a OMS (Organização Mundial de Saúde) considera que a dose máxima diária recomendada é 250 µg. 

Bioactivo Crómio

Porque sei que me vão perguntar que suplemento escolher, e não existem muitos suplementos com crómio isolado, aconselho o Bioactivo Crómio. Para quem toma um multivitamínico, assegure-se que a dose diária é no mínimo 40 µg. Cada comprimido de BioActivo Crómio contém 100 µg de crómio e deve ser tomado 2x ao dia. O crómio utilizado no BioActivo Crómio está ligado a uma levedura e a aminoácidos (levedura de crómio) de forma a melhorar a absorção no organismo.

Para quem é diabético e quiser tomar, não deixe de tomar a medicação usual e o ideal é ir controlando os níveis de glicémia no sangue. Para quem tem níveis de glicémia elevados, mas não é diabético, o uso de um suplemento de crómio, com alterações na alimentação combinado com exercício físico também são uma boa estratégia. Para quem quiser perder peso e sofre com desejos de doces, pode também usar este suplemento também combinado com exercício físico e alterações na alimentação. Não há comprimidos milagrosos, mas o uso de suplementos combinados com alterações no estilo de vida podem fazer MUITO pela saúde.

Mais histórias
Que suplementos tomar no Outono?