A rotina da Mia!

[Uma das melhores pessoas que eu conheço, a Mia é esta miúda linda e que decidiu partilhar a sua rotina connosco. Uma das MUITAS memórias que tenho com ela, foi estar-lhe a aplicar a Double Wear da Estée Lauder antes de uma saída à noite! Porque a cosmética e a maquilhagem também une pessoas. E porque nós gostamos é de rotinas de pessoas reais, espero que vos inspire tanto como a mim. Só não vão dormir com maquilhagem, ok? Já sabemos que a Double Wear é de longa duração! ? E se estiverem a precisar de rir e descontrair, vejam este vlog feito por ela]

Garnier SkinActive Micellar Milky Cleansing Water

Desmaquilhantes são o meu calcanhar de Aquiles. Tenho experimentado vários e ainda não encontrei o perfeito. O que mais se aproxima disso é este da Garnier. É barato, uma embalagem dura muitos meses, vende-se em todo o lado (incluindo alguns supermercados), não requer passar a cara por água depois do uso, e é muito eficaz. Mas, acima de tudo, posso utilizá-lo nos olhos sem qualquer problema. Para mim tem sido frustrante comprar desmaquilhantes caros e de boas marcas e depois aperceber-me que não os posso usar nos olhos. Como sou uma pessoa prática, prefiro ter um desmaquilhante que possa ser usado em toda a face do que ter de comprar diferentes produtos para diferentes zonas (ainda por cima invariavelmente esses são mais caros). Por estas razões, e mesmo tendo o Estée Lauder Perfectly Clean na minha casa de banho, acabo por dar mais uso ao Garnier. 

Foreo Luna 3 cor-de-rosa

Sou fã deste produto. Não uso diariamente como recomendado, mas tento usar de forma regular e os efeitos são imediatos. Deixa a pele mais uniforme, suave e visivelmente mais limpa. Adoro o facto de ser resistente à água, por isso uso umas vezes no duche, outras no lavatório antes de me deitar. A bateria dura quase um ano, e é um produto que me parece ter uma bom estudo científico por trás, o que me dá uma maior confiança ao usá-lo. É caro, mas certamente irá durar uma vida.

Shiseido Essential Energy Moisturizing Cream – Creme Hidratante

Comecei há bastante tempo a usar creme hidratante por influência da minha mãe. Sempre usei Shiseido e assim vou continuar porque gosto bastante dos resultados e é uma marca com a qual me identifico e com muita qualidade. Uso de manhã e à noite antes de ir dormir (salvo as vezes que me esqueço!) e tento uma vez por semana usar a Foreo Luna 3 (com o lado próprio) a seguir a aplicar o creme. Mantenho-me a par dos cremes da Shiseido e já experimentei diferentes modelos, mas evito para já comprar um creme que seja demasiado agressivo para uma pele da minha idade. Mantenho-me na pura hidratação (sem anti-rugas ou qualquer outra tecnologia) para que um dia, quando de facto precisar de um tratamento mais rigoroso, então poder usufruir desses produtos e alcançar os resultados esperados. Como tenho rosácea, experimentei uns cremes da Clinique mais apropriados, bem como um da Eisenberg supostamente muito bom para a rosácea, mas sinceramente não vi resultados. A Shiseido continua a ser a minha marca de eleição! 

L’Oréal Infallible – Primer Redutor De Poros

Até há cerca de um ano atrás, nunca tinha usado um primer. Percebi a necessidade de começar a usar um quando, por viver em Londres e a minha pele se ter tornado muito mais seca, começaram-se a notar os poros, principalmente nas zonas do nariz e do queixo. Por mais base que aplicasse, não conseguia disfarçar e começou a incomodar-me bastante. Fui à procura de um primer e tentei este da L’Oréal, por ser o único que dizia especificamente “redução dos poros” que era exatamente o que eu precisava – e com urgência! Comprei e apaixonei-me. Foi provavelmente a minha melhor descoberta no que toca a produtos de maquilhagem. Apesar da textura não ser das minhas preferidas (mesmo depois de agitar bem o produto dá a sensação de não estar bem misturado), o resultado é sempre top.

Estée Lauder Double Wear

Uso esta base desde que me lembro (depois da fase dos BB cream na adolescência). Lembro-me quando a comprei pela primeira vez, a colaboradora da loja disse-me algo como “Isto é outro nível. Quando começar a usar a Double Wear, não vai voltar a usar outra” – e tinha razão. Tentei há uns tempos mudar (só numa de experimentar outros produtos que também possam ser bons) e comprei uma base nova da Shiseido – mas ainda antes de a terminar, já tinha comprado uma Double Wear nova. Não há nada de negativo a apontar à Double Wear, sendo que as duas principais vantagens para mim são o conforto que se sente na pele (mesmo sendo uma base de longa duração, é SUPER leve) e, obviamente, o resultado (reforço – como não há igual!). Dura de facto o dia inteiro (ou até mais, como naquelas noites-de-copos que a pessoa nem se desmaquilha e ainda acorda impecável). Não tem brilho a mais nem a menos, não é gordurosa, não fica com aspecto espesso na pele… arrisco-me a dizer que a Double Wear é perfeita.

Dica: algumas lojas, em alguns países apenas, vendem os aplicadores azuis para colocar no topo da embalagem da Double Wear, para facilitar a colocação. Acaba-se por poupar bastante base com o uso destes aplicadores (custam à volta de 6 euros e são obviamente re-utilizáveis). 

Mac Cosmetics – In Extreme Dimension Waterproof Mascara / Estée Lauder – Sumptous Extreme

Adoro máscara de olhos (ou Rimmel, como dizemos em Portugal). Defendo que uma boa base e um bom rimmel fazem um look. Até há muito pouco tempo usei o da Mac, e sempre adorei. Quando acabou, decidi experimentar outro e fui para o da Estée Lauder. É BEM mais leve que o da Mac, o que torna a aplicação totalmente diferente, mas os resultados são mais surpreendentes. Prometem um “efeito de pestanas falsas” e de facto os resultados não ficam longe disso. Mas sendo uma pessoa muito visual (talvez defeito de profissão), para mim um factor importante, além do produto em si, é a identificação e empatia que sinto com determinada marca (e por vezes a embalagem em si). E apesar de ser a fã número 1 da Double Wear da Estée Lauder, não me identifico tanto com a máscara de olhos. E talvez apenas por esta razão, quando terminar, irei voltar a comprar a da Mac.

Estée Lauder Double Wear Infinite Waterproof Eyeliner

Adoro eyeliner e desde que me lembro que uso este da Estée Lauder. Experimentei há muitos anos um da Kiko Milano e não gostei – não fixava como deveria, saindo na totalidade passado muito pouco tempo. O da Estée Lauder, tal como a marca nos habitou, é 100% fiável. A aplicação é confortável, dura tanto tempo quanto a base, e é de facto resistente à água e ao toque. Não é o eyeliner mais fácil de retirar com desmaquilhante, mas vejo isso como um bom sinal.

Batons Mac Cosmetics – MATTE

Batons é provavelmente o produto com o qual sou mais exigente – talvez por não ter sido fácil descobrir um que gostasse. Nos últimos anos usei os da Kiko Milano, mas foram raras as vezes por achar que não gostava de usar batom. Depois apercebei-me que o que não gostava era da qualidade dos batons em si. Não fixavam como deveriam, tinham um aspecto aguado e fraco, a cor desvanecia e, passado pouco tempo, tinha que colocar outra vez. Depois descobri os da Mac e fiquei fã. Apesar de não usar no meu dia-a-dia, numa ocasião especial o batom da Mac não falha. As cores são lindas, a aplicação COMPLETAMENTE diferente dos da Kiko (sente-se que o batom agarra como deve ser aos lábios, ao contrário dos outros), e… claro… adoro as embalagens!

Bronze, contorno, blush e sombra de olhos

No meu dia-a-dia uso uma maquilhagem minimalista (no make-up look), até porque não encaixa com a minha personalidade perder muito tempo de manhã a usar uma quantidade imensa de produtos. Por esta razão, e apesar de ter na minha mala alguns bronzers e concealers (Kiko Milano, L’Óreal), blush (edição limitada da Kiko Milano) e sombras de olhos (NARS), ainda não me considero suficientemente digna de partilhar uma opinião dos mesmos.

Pincéis Sephora e Beauty Blender

Antes de usar o Beauty Blender aplicava a base com os dedos. O resultado não ficava terrível mas comecei a sentir que desperdiçava bastante produto e que não me dava tanto conforto. Depois experimentei um “Beauty Blender” da loja Boots, em Londres – e gostei. Além de não sujar os dedos e desperdiçar produto, a aplicação fica mais uniforme e o resultado bastante melhor.. Há uns meses decidi comprar o Beauty Blender original (comprei o azul) e de facto faz bastante diferença comparado com o da Boots. A forma como absorve a água e o produto é diferente, o que influencia obviamente o resultado final. É menos seco e aplica de forma mais eficaz do que as outras esponjas de imitação. Acredito que há sempre uma vantagem nestas coisas em comprar, se possível, o produto original, porque não é apenas o formato de “ovo” que dita o produto, mas sim a sua composição. Para pincéis, e depois de experimentar vários (Kiko Milano, por exemplo), os que sito que são mais profissionais e mais vantajosos em qualidade/preço são os da Sephora. E ainda por cima trazem uma tampinha de protecção para que não apanhem sujidade na bolsa de maquilhagem!

Mais histórias
Milium ou milia: o que é?
Don`t copy text!