My Beauty

A Arte do Perfume

A maioria das pessoas usa mais do que um perfume. A maioria das pessoas até tem bastantes perfumes. Uns mais frescos, outros mais intensos, uns para o Verão, outros para Inverno. No entanto, há sempre aquele perfume que é a nossa cara e que tem tudo a ver connosco. Verdade? Pelo menos, para mim é assim. Tenho bastantes perfumes, mas se pensar nO perfume, há um que me vem logo à mente, Coco Mademoiselle, da Chanel.

E onde aplicar perfume?  Nos pulsos, decote, atrás das orelhas, atrás dos joelhos, que são zonas quentes, logo, o perfume vai emanando da pele para o ar. Não esfregar os pulsos um no outro, para não alterar o perfume!

Uma boa técnica para o perfume durar mais é comprar o creme ou leite de corpo igual. Se espalharem pelos braços e pescoço, depois do banho, quando a pele absorve melhor, vão notar a diferença.

A maioria dos dias uso um creme hidratante normal no corpo e um perfume. Mas, em ocasiões mais especiais, como um jantar, um evento, gosto mesmo de colocar o leite de corpo igual ao perfume! A sensação é ótima! E no final do dia, quando se tira a roupa, esta cheira tão bem!

Os perfumes deixam marcas e memórias nas pessoas. Quantos de nós, ao sentir uma fragrância, não nos lembramos de alguém, de um momento, de uma recordação? Lembro-me, de há uns tempos ler uma entrevista com um grande estilista que dizia que as mulheres deviam sempre usar sempre o mesmo perfume, como marca própria! Se pensarmos em Marilyn Monroe, pensamos também em Chanel n.º5! Por isso, se usarmos sempre (ou quase sempre) o mesmo perfume, para trabalhar, para ir ter com o namorado, com os amigos, quando essas pessoas sentem o nosso perfume, lembram-se sempre de nós! E isso, é criar uma identidade olfactiva, é criar uma marca!

Image

Marilyn Monroe e o seu Chanel n.º5

Artigo Anterior Próximo Artigo

Também Poderá Gostar

Nenhum Comentário

Deixar uma resposta

Gostou do artigo?

Subscreva a newsletter para estar a par das novidades!

Obrigada e até breve!